12/07/2024

Tribunal de Justiça solta PM acusado de matar policial civil em Parnaíba

A decisão foi dada no dia 17 de novembro, uma semana depois que ele teve a prisão convertida decretada.

O cabo da Polícia Militar, Valério de Sousa Caldas Neto, acusado de matar a tiros o policial civil Alexsandro Cavalcante Ferreira, foi posto em liberdade após concessão de Habeas Corpus, na última sexta-feira (17/11).

Valério teve sua prisão preventiva decretada; mas devido sua contribuição com as diligências, por não esboçar nenhuma resistência desde o início das investigações e por não ter se esquivado da autoria do crime, foi-lhe concedido responder em liberdade.

A decisão pela prisão preventiva da 1ª Vara Criminal de Parnaíba, não apresentava a justificativa quanto à periculosidade de Valério Neto, o que fundamentou o alvará de soltura.

Recebas as notícias pelo WhatsApp: https://acesse.one/CanalOParnaibano

Vídeos de todas as notícias em nosso instagram: https://www.instagram.com/oparnaibano/