12/07/2024

Quatro réus condenados por homicídio e tentativa de homicídio em Parnaíba

Após atuação do Ministério Público do estado do Piauí (MP-PI), o Tribunal Popular do Júri da Comarca de Parnaíba condenou quatro réus durante a semana do Mutirão de Júris, que aconteceu entre os dias 25 e 28 de junho. Conforme o promotor de Justiça Silas Sereno Lopes, o Conselho de Sentença acatou as teses do Ministério Público em todas as ações penais.

No dia 25, o réu Julimar de Sousa Silva foi condenado a 7 anos, 11 meses e 28 dias de reclusão, em regime inicial semiaberto. Ele foi julgado pela prática do crime de tentativa de homicídio contra os policiais militares Evandro Veloso Mendes e Jonas Mendes Silva Júnior, para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime.

O crime ocorreu em 23 de fevereiro de 2023, quando a Polícia Militar foi acionada para atender ocorrência de roubo, com a informação de que dois indivíduos estariam praticando vários crimes contra o patrimônio, em uma motocicleta de cor preta, fruto de crime. Os policiais localizaram a dupla na motocicleta, deram ordem de parada, mas a dupla tentou fugir e Julimar disparou contra os policiais.

No dia 26, o réu Raimundo Costa da Cunha, julgado pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe e mediante recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima, foi condenado a 22 anos, 2 meses e 23 dias de reclusão, em regime inicial fechado.

O crime aconteceu no dia 28 de junho de 2008, em Parnaíba, contra Leandro da Silva Correia. A vítima estava em sua casa quando o acusado chegou e começou a provocá-lo e ameaçá-lo. Ambos travaram luta corporal, mas o acusado foi embora. Entretanto, Raimundo retornou minutos depois portando uma foice e desferiu vários golpes contra a vítima, que faleceu antes da chegada do socorro médico.

Na Sessão do Júri do dia 27, o réu Raimundo Nunes da Cunha, julgado pelo crime de homicídio simples, foi condenado a 6 anos e 10 meses de reclusão, em regime inicial semiaberto. Segundo a denúncia, no dia 13 de outubro de 2009, em Parnaíba, o acusado tirou a vida de Emílio da Mata Rodrigues, mediante golpe de arma branca, durante uma festa. Réu e vítima haviam entrado em luta corporal com outras três pessoas não identificadas.

Já o réu Fábio do Nascimento Santos foi julgado na Sessão do Júri do dia 28, pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe e mediante traição, em concurso de pessoas. Ele recebeu a pena de 13 anos e 7 meses e 7 dias de reclusão, em regime inicial fechado.

O crime ocorreu na noite de 3 de maio de 2012, também em Parnaíba. O réu Fábio Nascimento dos Santos, munido de uma faca, agiu com deliberada intenção de matar, desferindo diversos golpes fatais contra a vítima Deusdete Azevedo dos Santos.

Recebas as notícias pelo WhatsApp: https://acesse.one/CanalOParnaibano

Vídeos de todas as notícias em nosso instagram: https://www.instagram.com/oparnaibano/

Proteja seu veículo com a Tatical Rastreio: Clique na imagem abaixo.

Conheça Nosso Parceiro Regis Som – Clique na imagem abaixo.